Em momentos de crise econômica, uma das primeiras escolhas feitas por empresas é cortar custos. Isso permite que investimentos continuem sendo realizados e, ao mesmo tempo, o negócio possa manter-se lucrativo sem precisar realizar grandes sacrifícios.

Nesse cenário, a gestão de TI pode ser utilizada pelo empreendimento, garantindo que todas as rotinas sejam executadas com alta performance e a infraestrutura do negócio possa ser utilizada como forma de atingir resultados mais consistentes com os objetivos de médio e longo prazo.

Quer saber como isso é feito? Então veja 4 abordagens abaixo!

1. Tornando a infraestrutura de TI escalável

A escalabilidade da infraestrutura de TI possui grande influência na capacidade do empreendimento de atender às demandas do mercado. Nesse sentido, o investimento em cloud computing pode ser realizado, uma vez que essa tecnologia facilita o gerenciamento de recursos operacionais e, ao mesmo tempo, torna a estrutura orçamentária precisa.

Ferramentas de cloud podem ser direcionadas para vários setores. O cloud storage, por exemplo, torna o compartilhamento de dados ágil e seguro. Além disso, a execução de softwares na nuvem integra setores e melhora a rotina interna.

2. Personalizando softwares de acordo com o perfil do negócio

Softwares de TI estão profundamente integrados ao ambiente corporativo. Uma forma de garantir que o investimento em uma solução tenha alto retorno é a adoção de aplicativos feitos sob demanda.

Ao adotar essa estratégia, a companhia terá uma ferramenta feita de acordo com o seu perfil. Isso elimina custos, torna o ambiente de trabalho mais eficaz e produtivo. Todos os profissionais contarão com uma solução adaptada às suas necessidades, algo crucial para que o fluxo operacional tenha fluidez e baixo índice de erros.

3. Otimizando a gestão de processos internos

A gestão de TI pode auxiliar a empresa a ter processos internos otimizados e ágeis. Com uma infraestrutura de rede eficaz, por exemplo, as chances de processos de comunicação serem interrompidos por problemas de performance é reduzida. Assim, com menos falhas operacionais, os custos causados por retrabalho são eliminados.

Ao mesmo tempo, softwares e dispositivos bem configurados tornam o dia a dia de todos os profissionais mais eficaz. Seja por meio de regimes de home office com o auxílio do cloud computing ou a virtualização de servidores, o negócio consegue aumentar a sua produtividade e, ao mesmo tempo, reduzir os gastos com TI.

4. Dando mais flexibilidade operacional por meio da terceirização

A terceirização dos processos de gestão de TI torna a rotina do negócio ágil, flexível e com baixo custo. A empresa contará sempre com o auxílio de profissionais qualificados para executar processos de backup de dados, manutenção de equipamentos, suporte a usuários e definir novas estratégias de investimentos. Dessa forma, a infraestrutura pode ser integrada profundamente às estratégias do negócio, maximizando os seus resultados.

Como a companhia simplificará os seus processos de contratação e gestão de TI, os custos relacionados ao setor tornam-se menores. Consequentemente, a empresa contará com mais verbas para investir em inovação e abordagens que facilitam a criação de serviços competitivos, capazes de atender às metas comerciais definidas pelo time de vendas.

Gostou do nosso post e quer conhecer mais dicas para o seu negócio? Então siga os nossos perfis no Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn e Youtube!

[]’s,

Lameck Oliveira.
CEO & Partner na Diferencial TI.