Ultimamente muito tem se falado sobre a computação em nuvem e como ela traz benefícios para as empresas. Dentre os principais estão a possibilidade de pequenas e médias empresas investirem em tecnologia — por um custo muito menor — e a redução de custos que sua implantação proporciona.

Porém, outra grande vantagem da utilização dessa tecnologia está na melhoria dos índices de produtividade. A seguir, explicaremos melhor o tema. Confira!

A computação em nuvem centraliza o serviço de suporte e manutenção

Quando se investe na computação em nuvem, a responsabilidade do suporte e manutenção é da empresa fornecedora do software. Como não é necessário investir em infra estrutura, a equipe de TI fica mais disponível e pode ser utilizada para focar em questões estratégicas, que trazem mais resultados para o negócio.

Melhora as rotinas de backup

O backup é automático e também é de responsabilidade da empresa fornecedora. Ou seja, os colaboradores da equipe de TI não precisam perder parte do tempo produtivo se preocupando com a realização dos backups periódicos.

Além disso, os dados são armazenados automaticamente na rede da empresa responsável pelo software.

Facilita o compartilhamento de informações

A automação dos processos por meio do investimento na computação em nuvem faz com que a maioria dos dados estejam na rede, o que permite o acesso em tempo real, facilitando o compartilhamento e o processo de comunicação.

Esse ponto é especialmente importante quando se realiza trabalhos externos e existe a necessidade de consultar dados. Dessa forma, o colaborador que estiver em trabalho remoto não precisa aguardar o retorno do responsável interno para dar continuidade às atividades.

Esse acesso fácil às informações também ajuda a diminuir as incidências de duplicidade de arquivos e cadastros, por exemplo — que podem ser reenviados devido a problemas ao encontrar o dado procurado.

Proporciona mobilidade

Outra grande vantagem da computação em nuvem é que os sistemas implantados não requerem a instalação de software em cada máquina. Ou seja, as aplicações são acessadas via web.

Com isso, é possível utilizar o sistema em qualquer lugar, a qualquer momento, desde que se tenha internet disponível e um gadget — tablet, notebook ou smartphone, por exemplo.

Possui flexibilidade

Caso o negócio tenha um crescimento mais rápido do que o previsto, é possível contar com a flexibilidade e escalabilidade de um sistema na nuvem. Sendo assim, não é necessário esperar muito tempo até implantar um projeto de expansão e ampliação das funcionalidades.

Ou seja, os trabalhos não ficam limitados e a equipe consegue desenvolver suas atividades, visto que as novas funcionalidades podem ser liberadas em pouco tempo.

Como podemos ver, a computação na nuvem influencia diretamente nos índices de produtividade de uma empresa, mas não se limita a melhorias para a equipe de TI. Além dos resultados positivos que proporcionam maior segurança das informações, redução de custos e agilidade nos processos, é possível fazer com que a mesma equipe se torna mais eficiente — produzindo mais, em menos tempo..

O que achou deste artigo? Quer continuar recebendo outros conteúdos como este? Então assine a nossa newsletter agora mesmo e receba todas as nossas novidades em primeira mão!

[]’s,

Lameck Oliveira.
CEO & Partner na Diferencial  TI.