Há uma transformação em curso no campo do gerenciamento de projetos como resultado de mudanças nas práticas, requisitos e expectativas de negócios. Tal contexto faz com que não haja mais sentido que as empresas utilizem, como no passado, recursos limitados.

Pensando nisso, ao longo deste post, apresentamos 5 tendências de Tecnologia da Informação (TI) com potencial para remodelar o profundamente o gerenciamento de projetos. Boa leitura!

1. Projetos remotos

O mercado está mudando rapidamente e, em consequência, as características dos profissionais também. Nunca houve tantos trabalhadores temporários e freelancers como agora. Sendo assim, as vantagens trazidas pela atuação de equipes remotas exigem que o gerenciamento de projetos esteja pronto para lidar com essa realidade.

O maior benefício em desenvolver projetos remotos é a possibilidade de contratar talentos e contar com altas habilidades sem nenhuma limitação geográfica. Além de reduzir os gaps de comunicação, a empresa garante a produtividade do trabalho, à medida que os funcionários se sentem mais felizes em operar a partir de suas zonas de conforto.

2. Expansão

Práticas e modelos bem-sucedidos de gerenciamento de projetos estão em franca expansão. Ou seja, eles são adotados por empresas de sucesso e utilizados por diferentes departamentos.

Quer se trate de marketing, logística ou vendas, as soluções tecnológicas não mais ficaram restritas ao setor de TI. Isso resultará em maiores níveis de produtividade, melhor alinhamento estratégico e experiência de atendimento ao cliente, o que beneficiará as empresas.

3. Big Data

Quando se trata de tendências de TI que afetam projetos, é impossível não mencionar o Big Data. Os softwares utilizados lidam com grandes quantidades de informações, incluindo estimativas sobre os erros cometidos pela equipe e os riscos registrados.

Esses sistemas oferecem dados relevantes, permitindo, por exemplo, a identificação do status do trabalho desempenhado pelos membros da equipe. Ao determinar quais estão atrasados e necessitam de treinamento extra, é possível agir em conformidade para assegurar a rentabilidade da empresa.

4. Automação

A automação é uma das mais fortes tendências de TI. Afinal, ela reduz a utilização de papel e ajuda as equipes a se concentrarem no core business de seus respectivos negócios.

Há uma série de ferramentas disponíveis que ajudam a configurar tarefas, compô-las em sprints e monitorar a qualidade de fluxos inteiros de trabalho. Ao manter todos os stakeholders na mesma página, as empresas utilizam soluções que permitem o envio de atualizações, notificações e alertas para cada membro da equipe.

5. Internet das Coisas (IoT)

A Internet das Coisas (IoT, na sigla inglesa) terá um impacto profundo sobre o gerenciamento de projetos.

A despeito das especificidades de cada organização e das características gerais das diversas áreas de atuação, quando os clientes começam a solicitar o IoT, todas as empresas vivenciam um aumento nos requisitos de segurança cibernética, novas ferramentas de desenvolvimento e técnicas para a realização de testes em softwares e hardwares.

Além disso, enquanto uma das mais abrangentes tendências de TI, o IoT gera a necessidade de implantação de novas ferramentas, como beacons, dispositivos portáteis especializados e leitores de códigos de barras.

Se você gostou do nosso artigo, não perca a oportunidade de saber ainda mais sobre tecnologia da informação: conheça 4 novidades em TI para pequenas e médias empresas!

[]’s,

Lameck Oliveira.