A auditoria de TI é um assunto que vem ganhando cada vez mais a atenção das empresas. Tanto é que importantes consultorias, como o Gartner, começaram a apontar nos últimos anos a necessidade dos esforços que “reduzam custos e entreguem infraestrutura que atenda com rapidez as necessidades dos negócios”.

Você conhece a importância da auditoria em TI? Num recorte mais específico, você sabia dos benefícios da auditoria em infraestrutura de TI para os negócios? É sobre isso que vamos conversar aqui. Acompanhe!

O que é auditoria de TI?

Vamos começar relembrando o conceito de auditoria de TI. Basicamente, ela consiste em verificar várias frentes da governança de Tecnologia da Informação de uma empresa. Por exemplo, avaliar os processos e controles de acesso lógico aos ambientes tecnológicos (sistemas, aplicativos, equipamentos etc.), verificar se a aquisição de bens e serviços está acontecendo em conformidade com as normas da organização e com a legislação vigente.

De uma maneira mais ampla, a auditoria de TI é uma ferramenta útil para avaliar conformidade, qualidade, eficácia e efetividade do departamento de TI. Desta forma, é comum que as empresas mais modernas incluam e valorizem atividades periódicas de auditoria como um importante instrumento de gestão.

Quais os benefícios que a auditoria de TI pode trazer para sua empresa?

Veja, a seguir, um detalhamento maior dos principais benefícios que a auditoria de TI pode trazer para o seu negócio:

Redução de riscos

Ao planejar e executar uma auditoria em sua infraestrutura de TI, a empresa está identificando e avaliando riscos. Confidencialidade, integridade e disponibilidade da infra são, geralmente, os fatores mais analisados nos processos.

Com este mapeamento, é possível melhorar a visão dos rumos que devem ser tomados. Ou seja, para o gestor de TI e para a diretoria da empresa, uma rotina de auditorias também melhora as decisões em relação aos potenciais riscos — uma vez que a TI está cada vez mais integrada aos processos de negócio (e pode influenciá-los).

Melhorias na segurança da informação

Um estudo da IBM descobriu que as empresas brasileiras gastaram cerca de 4 milhões de reais para resolver problemas com segurança de seus dados (ataques de hackers, perda de informações importantes etc.).

Também os controles passam a ser melhor identificados e avaliados com uma auditoria de TI. É possível, por exemplo, verificar se as ações de segurança da informação foram mal projetadas ou se estão sendo mal executadas. Em seguida, pode-se trabalhar para redesenhá-las ou reforçá-las.

Desta forma, é possível trabalhar preventivamente para evitar danos e perdas de arquivos importantes, tais como dados de transações financeiras, segredos industriais, dentre outros.

Cumprimento de exigências contratuais e legais

Regulamentações legislativas que incluem, por exemplo, requisitos específicos para a segurança da informação também podem ser melhor cumpridas com auditorias periódicas na infraestrutura de TI.

Também boas práticas avaliadas por órgãos que concedem certificações (ISO etc.) geralmente são analisadas a partir de auditorias. Isso evita que a empresa seja multada ou que perca certificações — cada vez mais exigidas para participações em licitações ou fornecimento a grandes empresas.

A rotina de auditorias também ajuda a verificar se os softwares que a empresa está utilizando estão devidamente licenciados. O caso do pacote Windows é um exemplo clássico. Com a facilidade de baixá-lo via web, não é incomum que usuários acabem usando versões “piratas” ou desatualizadas. Ao fazer auditoria, o departamento de TI pode identificar este problema, resolvê-lo e, assim, evitar multas.

Alinhamento entre a área executiva e o departamento de TI

Uma rotina de auditoria de TI também pode ter efeitos positivos na abertura de canais de comunicação entre as áreas executivas e de TI. Em outras palavras, as informações e os dados levantados em uma auditoria podem ser excelentes pontes entre estes dois mundos: o técnico e o executivo.

As expectativas e objetivos da administração da empresa podem ficar mais claros para a área de TI, ou vice-versa, quando os resultados de uma auditoria são apresentados e discutidos em conjunto.

O que você achou deste artigo? Compartilhe para que outras pessoas também o vejam no Facebook, Twitter e LinkedIn!

Felipe Lucena.
CTO & Partner na Diferencial TI.