Certamente, cuidar da segurança de dados da empresa é uma prioridade de todos os gestores. Com o desenvolvimento da área de TI, a segurança de dados no sistema é fundamental para garantir que documentos sigilosos não serão acessados.

Para otimizar essa segurança, vale a pena seguir boas recomendações. Veja abaixo!

Uso de servidores seguros

Recomenda-se adotar VPNs (ou Redes Privadas Virtuais). Trata-se de um tipo de conexão privada entre um dispositivo devidamente autenticado e a nuvem ou internet de uma empresa. Para acessar dados restritos de uma corporação em seu smartphone, o executivo deverá logar em uma VPN, onde só trafegam usuários autenticados, sem a interferência de terceiros

Adoção da criptografia

A criptografia é um sistema que garante a segurança dos dados através de sua codificação. Só usuários com senha poderão decifrar o código. Dessa forma, ainda que os dados sejam interceptados por alguém, essa pessoa nada poderá fazer já que eles estarão em linguagem cifrada.

Compensa usar a criptografia para diferentes documentos, como contratos, fórmulas, planilhas de finanças e planos de marketing.

Utilização de senhas fortes

Usar senhas é outra estratégia eficaz. Porém, o uso de senhas fracas não garante a segurança desejada, já que hackers poderão descobrir senhas com poucos dígitos e combinações simples. Entre as senhas fáceis de serem descobertas estão a data de aniversário, o número do telefone ou o nome da esposa, do filho, do time de futebol.

O ideal é criar uma senha com 8 ou mais dígitos, misturando letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais (como asterisco, jogo da velha, vírgula). Além disso, as senhas devem ter prazo definido, ao final desse tempo deverá ser criada uma nova senha.

Adoção de termos de confidencialidade

É comum que funcionários, profissionais terceirizados e fornecedores de serviços de TI tenham que acessar dados confidenciais para a realização de suas atividades diárias. Nesse caso, convém que a empresa acorde termos de confidencialidade com eles.

Essa atitude não só aumentará o nível de comprometimento dos funcionários com a segurança, mas também dará respaldo legal à empresa no caso de vazamento de dados.

Treinamento dos funcionários

Para que o sistema de segurança funcione, é preciso que haja participação de todos que trabalham na empresa. Eles devem ser treinados sobre as ameaças virtuais mais comuns e os prejuízos que a displicência com questões de segurança poderão causar à empresa.

Não adianta, por exemplo, criar uma senha forte, muito difícil de ser descoberta, e deixá-la escrita em um pedaço de papel sobre a mesa. Também não é aconselhável compartilhar senha com amigos e colegas, sejam ou não do ambiente de trabalho.

Uso de aplicativos

Não deixe de usar aplicativos específicos para garantir a segurança do sistema. Atualmente, existem diferentes ferramentas que podem ser usadas para melhorar o nível de segurança de um sistema operacional. Há, inclusive, aqueles que podem ser usados em aparelhos mobile.

Firewalls e antivírus podem fazer muita diferença, bloqueando o acesso e identificando possíveis ameaças. Lembre-se que também é importante usar um sistema de backup para evitar perda de dados.

Contratação de serviços externos de segurança de dados

Muitas empresas costumam contratar os serviços de uma companhia de segurança de dados para fazer o monitoramento de seus sistemas de forma remota. Dessa forma, eles ficam menos vulneráveis a ataques criminosos, às perdas de dados e à interceptação de informações sigilosas.

É importante considerar o custo-benefício, já que a empresa terá a melhor tecnologia de segurança disponível e sua própria equipe de TI terá tempo para se dedicar a atividades mais focadas no negócio da empresa.

Gostou do nosso post? Já está pronto para otimizar a segurança de dados da sua empresa? Aproveite e compartilhe este post com os seus amigos nas redes sociais!

e-book-seguranca-dedados

Felipe Lucena.
CTO & Partner na Diferencial TI.