Tomar medidas relacionadas à segurança da informação é quase uma obrigação, atualmente. Vivemos em uma época em que as informações mais importantes e essenciais para o funcionamento do negócio ficam armazenadas em formato virtual, à mercê de hackers.

Basta uma pequena brecha para que dados vitais da empresa acabem parando em mãos criminosas, causando um grande prejuízo, tanto para a empresa e seus funcionários, como para fornecedores, clientes e demais pessoas ligadas ao negócio.

Recentemente, a fabricante de antivírus Kaspersky Labs identificou uma gangue de hackers especializada em ataques a empresas brasileiras que atua no país desde 2005. Estima-se que ela tenha feito mais de 35 vítimas no país. E a tendência é que esse tipo de ameaça aumente.

Para ajudar a tornar sua empresa mais segura, mostraremos 5 dicas de segurança da informação para te auxiliar a manter seus dados seguros. Confira!

Baixe o e-book agora!

Mantenha seus softwares atualizados

Em abril deste ano, foi descoberta uma vulnerabilidade que permitia que hackers instalassem e executassem programas maliciosos no Windows 10 e em versões empresariais do Windows 7.

Mais tarde a Microsoft liberou uma atualização que corrigia a falha. Notícias como essa reforçam a importância de manter os softwares da empresa e fornecedores sempre atualizados para evitar que brechas de segurança fiquem expostas.

Instale firewall, antivírus e antispam

Filtros de firewall e antivírus devem ser instalados tanto na infraestrutura de TI como nas estações de trabalho individuais. Esse cuidado é essencial para evitar que ameaças vindas da internet ou através de pen drives e CD’s comprometam as informações da empresa.

Filtros anti spam também são recomendados pois, além de evitarem que os funcionários caiam em armadilhas digitais, aumentam a produtividade da empresa.

Criptografe seus dados

Em 2008, hackers roubaram 130 milhões de números de cartões da empresa americana, Heartland Payment Systems Inc. Desde então, o diretor da empresa, Robert Carr, exigiu que todos os dados fossem criptografados.

A criptografia “embaralha” os dados, tornando-os indecifráveis e, mesmo que hackers os roubem, não poderão utiliza-los, pois apenas os dispositivos certos podem tornar esses arquivos legíveis novamente.

Muitas empresas evitam a criptografia por tornar os processos ligeiramente mais lentos, mas, em contrapartida, sua empresa se torna muito mais segura.

Implemente uma Política de Segurança da Informação (PSI)

Educar colaboradores e fornecedores quanto às normas de segurança da informação em sua empresa é uma das melhores maneiras de manter a segurança dos dados.

A PSI deve estabelecer, interna e externamente, como será efetuado o acesso as informações da empresa, além das responsabilidades sobre o que deve ser feito para manter a proteção das informações. É importante aplicá-la não apenas internamente, mas exigir de seus fornecedores esse mesmo documento.

Baixe o e-book agora!

Tenha um Plano de Recuperação de Desastres

Um Plano de Recuperação de Desastres (DRP – Disaster Recovery Plan) é um documento que contém os procedimentos e ações a serem tomados para recuperar os serviços de TI, após algum tipo de desastre que coloque em risco as operações da empresa.

Indisponibilidade de data center, problemas nos servidores e estações de trabalho são alguns exemplos de serviços que, ao falharem, podem colocar sua empresa em uma situação ruim, e nesse momento, ter um DRP para guiar sua equipe e minimizar os efeitos do desastre é extremamente recomendado.

Longe de ser um luxo, aumentar a segurança da informação é fundamental para qualquer empresa de pequeno, médio ou grande porte. A internet propicia inúmeras vantagens para essas empresas, mas é também de lá que podem vir grandes problemas. Esteja seguro!

Agora que você já sabe como aumentar a segurança da informação em sua empresa, veja 5 cuidados que você deve ter ao armazenar seus dados na nuvem!

Gostou das dicas? Comenta aqui!

Abraço!

Felipe Lucena