Hoje em dia, as empresas são sobrecarregadas por sistemas e ferramentas difíceis de usar, que complicam os processos e dificultam as operações. Segundo a empresa de pesquisa de mercado IDC, as empresas perdem de 20% a 30% em receita todos os anos devido a ineficiências.

Mas, nem todos os  problemas são decorrentes das ferramentas. Em muitos casos, o problema está na gestão de TI, que tem o potencial de comprometer a funcionalidade de excelentes soluções, seja por falta de competência, por problemas de comunicação ou simplesmente por dificuldades de organização.

novo_cta_ebook_gestor_de_ti

Mais cedo ou mais tarde, essas boas aplicações sendo utilizadas incorretamente podem causar um problema — e as consequências, quase sempre, são catastróficas. Assim, separamos a seguir alguns motivos pelos quais a falta de gestão de TI pode comprometer seriamente as funcionalidades de ótimas ferramentas. Confira!

Subaproveitamento de recursos

Independentemente do setor em que você esteja ou do tipo de cliente que atende, o desafio de gerenciar o fluxo de processos e as operações em diversas plataformas e sistemas é universal. Combinar tarefas manuais tediosas, com a confiança que os departamentos da empresa têm em um fluxo de trabalho diário tranquilo, torna praticamente impossível manter qualquer tipo de vantagem competitiva. No entanto, é assim que a maioria das empresas opera.

Esse fenômeno ocorre porque muitos gestores de TI são extremamente conservadores e não utilizam todo o potencial das ferramentas que tem à disposição. A maioria dessas ferramentas apresentam funcionalidades valiosas e cobram licenças caras, mas mesmo assim, é comum que sejam subutilizadas ou aplicadas em funções para as quais não são apropriadas.

Assim, é comum que excelentes ferramentas sejam mal aproveitadas, por falta de experiência ou conhecimento por parte do gestor de TI.

Má integração de sistemas

O crescimento da automação levou à criação de mais sistemas e soluções do que nunca, cada um exigindo um conjunto de processos para permitir seu uso bem sucedido. Segundo uma pesquisa da IDC, chamada “The Document Disconnect”, mais de 80% dos líderes de negócios de vendas, RH, compras e outros departamentos concordaram que os problemas “surgem porque eles têm diferentes sistemas internos e aplicativos que não ‘falam’ uns com os outros”. Enquanto isso, 43% dos trabalhadores entrevistados disseram que muitas vezes têm que copiar/colar ou re-digitar informações.

Sem uma solução padronizada, como uma plataforma SaaS que agiliza os processos, os funcionários são forçados a alternar continuamente entre diferentes fontes de informação, resultando em problemas de produtividade e ainda maior rotatividade de funcionários.

Se a gestão de TI não buscar soluções integradas para a realização de seus processos, o choque e a transição de ambientes, linguagens e contextos serão o caminho certo para perdas de tempo e dinheiro desnecessárias.

cta_gestordeti

Gargalos

Só porque um processo foi executado de uma forma por um longo período não é necessariamente a melhor opção. Muitas vezes, as empresas negligenciam as fontes de lentidão no processo, devido à falta de visibilidade e incapacidade de compreender o impacto de um gargalo.

Esses gargalos são, às vezes, o resultado de não se adaptar às novas tecnologias — principalmente por “gatekeepers”, ou gestores de TI, que exigem controle sobre uma fase específica de um processo.

Independentemente do motivo, as barreiras de processo podem causar grandes desacelerações, com impactos financeiros de longo alcance. A General Electric informou que apenas uma melhora de 1% na recuperação de petróleo valeria 80 bilhões de barris adicionais por ano — o equivalente a bilhões de dólares em receita adicional. Outra descoberta da GE: evitar apenas um dia de tempo ocioso em uma plataforma offshore pode economizar US$ 7 milhões por dia em produção perdida.

Adaptar-se às novas tecnologias e estar aberto a novas soluções é a melhor maneira de melhorar os processos. Assim, é essencial que a gestão esteja preparada para abandonar antigas práticas que funcionavam no passado e passar a adotar formas mais eficientes de suprir as mesmas necessidades.

Redundância

Outro problema comum para empresas de todos os tamanhos é a duplicação de processos. Repetir etapas dilui a qualidade de um processo e confunde quem executa as etapas, um processo comumente visto quando há falta de colaboração departamental, ou os processos foram adaptados de maneira menos sistemática.

Melhorar a colaboração departamental pode trazer grandes benefícios. Empresas podem gerenciar seus sistemas e melhorar o fluxo de seus processos, eliminando atividades sem valor agregado. Estas incluem desperdício de tempo, desperdício de estoque devido à superprodução, atrasos do cliente, espera por aprovações, atrasos devido a lotes de trabalho, etapas desnecessárias, duplicação de esforços, erros e retrabalho.

Cabe ao gestor de TI estabelecer a melhor forma de aproveitar ao máximo as funcionalidades das ferramentas disponíveis no setor para reduzir essas perdas.

Falta de visão

Mesmo quando as empresas não têm as informações corretas de business intelligence disponíveis, elas podem estar inacessíveis ou erroneamente informadas devido à falta de dados em tempo real. Os líderes que não têm os insights mais relevantes na ponta dos dedos têm menos probabilidade de fazer escolhas inteligentes.

Se um líder ou gestor de TI não sabe exatamente como a empresa está progredindo (por exemplo, onde as tarefas estão paralisadas, como os ciclos produtivos estão sendo afetados, se a linha do tempo está sendo cumprida ou se uma tarefa está no caminho certo), é difícil priorizar as competências das atividades no planejamento de TI.

cta_gestordeti

Perda de desempenho operacional

Sem uma compreensão completa de todos os componentes de seus negócios, os executivos perdem a capacidade de identificar pontos fracos críticos e planejar um crescimento previsível. Simplificando, eles não podem permanecer reativos às vulnerabilidades operacionais ou mitigar as complexidades de administrar um negócio em uma economia global.

Em última análise, a falta de visibilidade do processo leva a suposições incorretas sobre riscos, perda de confiança das partes interessadas e crescimento menos positivo.

Processos que conectam digitalmente fornecedores, clientes e ativos estão criando oportunidades únicas, eficiência e valor para os clientes. Desde conectar máquinas no chão de fábrica até conectar dados de diferentes fornecedores, as operações na nova economia digital envolvem o uso de informações para inspirar novos processos.

Esses processos, por sua vez, ajudam a fechar as lacunas entre as empresas e seus clientes. Sendo assim, os líderes e gestores de TI precisam tomar a frente dessas soluções, o que leva a um resultado mais positivo.

Mas, se você precisa de uma consultoria, ou quer saber se contratar uma gestão de TI seria uma solução, será um prazer te mostrar as opções e as vantagens para terceirizar a sua TI. É só me enviar um e-mail para tiago.paladino@diferencialti.com.br

Abraço!

About Tiago Paladino

Closer na Diferencial TI, ajuda empresas a alcançarem o máximo de seu potencial através da tecnologia. É pai, baterista, leitor inveterado de Stephen King, fã das obras do Tarantino e séries de gosto duvidoso.