De acordo com a pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o orçamento que as empresas brasileiras dedicam a TI aumentou em 2019. Os investimentos representam, atualmente, 7,9% do faturamento líquido de empreendimentos médios e grandes. Diminuir a infraestrutura física é uma das formas de usar bem este dinheiro. O impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio é o tema deste artigo.

O investimento em questão, vem aumentando, dentre outras coisas, para evitar dispositivos ociosos e obsoletos. Afinal, recursos pouco utilizados ou antigos, acabam gerando desperdícios e contratempos. Podemos dizer, então, que virtualizar, é uma forma de racionalizar e justificar o dinheiro alocado em Tecnologia da Informação.

Além de tudo, os servidores tradicionais precisam de espaço físico e estrutura adequada para serem mantidos, o que representa muito trabalho e dinheiro investido em manutenção. Com os serviços em nuvem, este cenário muda. Quando surgiram, eles tornaram possível a emulação de hardware.

Hoje, já conseguimos adotar a virtualização completa, aumentando o desempenho dos sistemas de uma empresa. Na prática, os servidores físicos passam a operar em máquinas virtuais (VMs). Neste cenário, o gestor de TI criará novas VMs, de acordo com a demanda do negócio.

Se for necessário maior capacidade de armazenamento ou um desempenho aprimorado em termos de processamento, é fácil adaptar a infraestrutura. Graças a estes recursos, a forma como as empresas lidam atualmente com servidores está mudando. A seguir, você confere todos os impactos que a virtualização traz para a sua empresa!

O impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio: Centralizando a gestão de recursos

Gerenciar recursos de TI não é uma tarefa simples. Especialmente quando existem diversas máquinas e servidores envolvidos. Nestas circunstâncias, os gargalos não demoram a surgir, e as atividades de manutenção, atualização e segurança se tornam um calvário. No fim das contas, não é só o gestor de TI que sofre.

A empresa também sente os efeitos da infraestrutura física ineficiente. Afinal, a tendência é que o quadro descrito afete negativamente a produtividade do empreendimento. No exemplo em questão, o impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio está em centralizar a gestão.

Todos os procedimentos terão suas rotinas administradas, a partir de uma única interface. Assim, o gestor de TI pode criar, remover e modificar Máquinas Virtuais, de forma rápida e simplificada. Estes fatores levam a uma economia de tempo considerável para os responsáveis pelos sistemas da empresa.

Outro benefício de adotar a virtualização é que o gestor de TI pode direcionar recursos. Significa, em outras palavras, que toda a capacidade do servidor pode ser utilizada quando necessário. Portanto, diminui, consideravelmente, o problema de ociosidade de sistemas.

O resultado é que cada máquina da empresa ganha potencial para resolver sozinha as demandas que surgem. Ou seja, o seu hardware pode ser mais bem aproveitado se gerenciado desta forma. Também vale mencionar que ao virtualizar, existe a possibilidade de particionar sistemas operacionais para rodar diferentes aplicações.

Backups e manutenção simplificados

O impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio está ainda na simplificação dos processos de backup e manutenção. Logo de cara, é notável como a primeira atividade pode ser executada de forma rápida e segura com a virtualização.

O versionamento ocorre em um único processo, e os dados ficam armazenados no mesmo local que o sistema, tornando o processo mais simples e ágil. Cabe ressaltar que não importa onde o backup será feito. Pois, mesmo se forem utilizadas mídias externas, o procedimento se desenvolverá de modo descomplicado.

Com relação aos backups também é positivo o fato de que máquinas virtuais podem ser restauradas muito mais rápido do que as físicas. O resultado é que a recuperação de desastres se torna mais eficiente. Você pode, inclusive, usar réplicas dos seus servidores para simular panes.

Além de facilitar a preparação para eventualidades, o impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio, como dissemos, está também ligado à manutenção. Um Data Center físico é algo complexo de se manejar. É preciso monitorar o desempenho do hardware, realizar manutenção constante e manter o ambiente bem refrigerado.

Estas preocupações acabam sendo reduzidas quando os servidores são virtualizados. Primeiro, devido à centralização de dados em uma única máquina ou interface. Os cuidados técnicos continuam sendo necessários, mas neste caso, ficam simplificados. Em grande parte, porque não será necessário cuidar de uma infraestrutura física complexa.

Melhor aproveitamento de espaço físico e redução de custos operacionais

Alocar servidores físicos em uma empresa demanda espaço. Geralmente, trata-se de uma sala inteiramente dedicada ao equipamento e muito bem refrigerada. Ao virtualizar estes componentes, a necessidade de reservar locais exclusivos para o hardware deixa de existir. Sendo assim, o seu negócio ganha mais espaço.

A infraestrutura de TI continua existindo, mas de uma forma mais enxuta, já que várias instâncias podem ser executadas a partir de uma mesma máquina. E não são apenas os recursos materiais da empresa que podem ser remanejados com este investimento. Os colaboradores também ficam livres para outras atividades.

Por esse motivo, o impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio acaba sendo percebido nos custos. Normalmente, para não prejudicar o desempenho do hardware, é necessário investir em refrigeração para manter a temperatura ideal.

O mais comum é que este processo seja feito com ar-condicionado, o que gera um gasto significativo. Quando o servidor é virtualizado, no entanto, este custo fixo é praticamente eliminado. Em primeiro lugar, porque o número de máquinas necessárias na empresa diminui.

Em segundo, porque os servidores estão entre os itens que demandam mais cuidados, e reduzindo a sua presença, o manejo do ambiente se torna simples. Todos os gastos indiretos também são impactados por esta mudança. Portanto, conta de luz e investimentos em manutenção e reposição de peças deixam de pesar no orçamento da empresa.

Escalabilidade e disponibilidade de recursos

Muitas vezes, quando uma empresa cresce, a infraestrutura de TI acaba não atendendo mais às demandas que vão surgindo. Para tornar a situação ainda mais complicada, os investimentos necessários para adequar o hardware à estas necessidades são elevados. Tal situação pode acabar prejudicando o desenvolvimento da organização.

Se virtualizamos, por outro lado, ganhamos em escalabilidade. Ou seja, podemos expandir os recursos disponíveis para atender à crescente demanda. Este é o impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio. Por fim, vale lembrar que a disponibilidade nestes casos é muito maior.

Sobretudo, porque em momentos de reparo e manutenção é possível replicar a máquina que está ocupada. Por essa razão, até mesmo em situações de pane o seu sistema se mantém disponível. Como você pode ver, o impacto que a virtualização de servidores traz para a TI do seu negócio não é pequeno, e pode elevar o seu potencial competitivo.